Lei Orgânica do Distrito Federal e o Direito do Consumidor

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Mega Revisão Virtual de LODF




Prezados Alunos,

Estamos na Reta Final para o concurso do DETRAN. Recebi muitos e-mails dos meus alunos pedindo um Aulão de Revisão de Lei Orgânica do Distrito Federal, não tive tempo de organizar um, mas aceitei o convite do "Estúdio Aulas", para gravar.


Assim gravamos uma Mega Revisão Virtual de Lei Orgânica do Distrito Federal voltada para o concurso do DETRAN. São 30 questōes Funiversa gabaritadas e comentadas. Clique e adquira já!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Como planejar os estudos para o concurso do Banco do Brasil


 Prezados Alunos!

Você que está se preparando para o concurso do Banco do Brasil, nesta última quinta (08) a colunista Lia Salgado do portal G1 publicou a seguinte matéria:



Veja como planejar os estudos para o concurso do Banco do Brasil

As provas estão previstas para o dia 25 de março. 
Distribuição do tempo de estudo deve levar em conta peso das disciplinas.



Como era esperado, já temos novo concurso para o Banco do Brasil, com inscrições abertas até o dia 14 de fevereiro. É mais uma boa oportunidade para quem deseja a segurança do concurso público, mas não está disposto a mudar de cidade para isso. Há agências distribuídas pelo país e a inscrição já leva em conta essa escolha –o candidato deverá escolher a macrorregião e a microrregião para onde deseja concorrer. Este concurso é para dependências nos estados de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais (exceto algumas cidades, relacionadas no edital), Pará, São Paulo e Tocantins.
Mande dúvidas sobre concursos no espaço para comentários; perguntas selecionadas serão respondidas em coluna quinzenal

O salário chega a R$ 1.760 (R$ 1.408 mais gratificação), para uma jornada de 30 horas semanais. Há ainda outras vantagens, como participação nos lucros e planos assistenciais e previdenciários complementares. Para se candidatar a uma vaga, o candidato precisa ter concluído o nível médio e ter 18 anos na data da contratação, que será pelo regime da CLT.


A banca escolhida desta vez foi a Fundação Cesgranrio, responsável também pelo concurso do BB em 2010. O concurso é para cadastro de reserva (classificados são chamados à medida que o banco necessita), mas isso não deve ser motivo para ninguém desistir de concorrer, uma vez que o Banco do Brasil costuma chamar muitos candidatos a cada ano.

O edital não difere dos de concursos anteriores, exceto pela distribuição das questões por disciplina. O conteúdo programático também é basicamente o que vem sendo cobrado em outros editais para o banco.

Assim, quem já estava se preparando precisa apenas ajustar o tempo de estudo de acordo com a importância que cada matéria terá na prova, lembrando de checar item por item do conteúdo programático do novo edital, para ter certeza de não deixar escapar nada.

As provas anteriores, como de hábito, serão de grande ajuda para avaliar o conhecimento e priorizar o estudo dos assuntos em que o candidato tenha desempenho mais fraco. A resolução das provas do concurso de 2010 elaboradas pela Cesgranrio é obrigatória, para o candidato conhecer bem o estilo de questões que terá de enfrentar no dia da prova.

Serão 70 questões de múltipla escolha, distribuídas em conhecimentos básicos e conhecimentos específicos, mas algumas questões valerão mais pontos do que outras.


A prova de conhecimentos básicos, por exemplo, terá 30 questões, que valerão 40 pontos no total: 10 questões de português (5 valendo 1 ponto; 5 valendo 2 pontos; subtotal = 15 pontos), 10 questões de matemática (5 valendo 1 ponto; 5 valendo 2 pontos; subtotal = 15 pontos), 5 questões de atualidades (1 ponto cada; subtotal=5) e 5 de raciocínio lógico (também 1 ponto cada; subtotal =5).

Já a prova de conhecimentos específicos terá 40 questões, que somarão 60 pontos: 10 questões de informática (5 valendo 1 ponto; 5 valendo 2 pontos; subtotal = 15 pontos), 12 questões de atendimento (6 valendo 1 ponto; 6 valendo 2 pontos; subtotal = 18 pontos), e 18 questões de conhecimentos bancários (6 valendo 1 ponto; 6 valendo 1,5 pontos; 6 valendo 2 pontos; subtotal = 27 pontos).

O candidato precisará fazer, no mínimo, 50% do total das provas, 40% da pontuação da prova de conhecimentos básicos e, ainda, 50% da pontuação da prova de conhecimentos específicos para não ser eliminado.

Classificação
Depois disso, os candidatos serão classificados por macrorregião e por microrregião, de acordo com a sua escolha no ato da inscrição, e permanecerão em cadastro de reserva. Conforme tabela do item 7.6 do edital, o banco manterá em cadastro no mínimo 50 aprovados (em cada microrregião do Tocantins) e no máximo 2.500 (no DF). Assim, o importante é fazer os mínimos exigidos e conseguir ficar classificado até a posição que vai compor o cadastro de reserva na sua região. As chances de ser contratado são grandes, mesmo que demore um pouco.

Peso das disciplinas
As provas estão previstas para o dia 25 de março. Não é muito tempo, mas se o candidato souber aproveitá-lo, pode ser suficiente para a aprovação e classificação.

É importante considerar o peso de cada disciplina na prova para garantir uma boa distribuição do tempo de estudo. Conhecimentos bancários, por exemplo, é a matéria que vale mais pontos na prova (27 pontos), seguida por atendimento (com 18). Depois, português, matemática e informática se equivalem, com 15 pontos cada. Já atualidades e raciocínio lógico correspondem a 5 pontos cada, o que não é muito significativo, ainda mais que não é exigido mínimo por disciplina isolada.

Sugestão de planejamento
Teremos o carnaval antes da prova, o que vai significar tempo a mais de estudo para quem está trabalhando. É um bom momento para fazer um intensivo em alguma matéria que esteja especialmente difícil, mas vale também tirar um tempinho para descansar. Lembramos ainda a todos os candidatos que as 2 últimas semanas (ou pelo menos a última) devem ser dedicadas a revisar o conteúdo estudado, e que na véspera da prova o mais importante é descansar o cérebro.

A partir disso, preparamos uma sugestão de planejamento, que o candidato pode adaptar à sua realidade e modificar conforme o grau de dificuldade (pode aumentar o tempo) ou facilidade (pode reduzir o tempo) em alguma matéria. É importante respeitar os intervalos durante o estudo. Isso não é perda de tempo e garante o bom rendimento.

Para quem só tem o turno da noite para estudar (pode fazer curso no sábado ou mover a programação de sábado para a manhã):



Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira
Sábado
Domingo
19h/20h30

conhecimentos bancários
 
19h/20h30

atendimento
19h/20h30

conhecimentos bancários
19h/20h30

português

 
19h/21h

matemática
19h/21h

informática
livre (se não houver mesmo outro horário, usar a manhã de domingo para resolver provas anteriores)



 
20h45/22h15

conhecimentos bancários
 
20h45/22h15

atendimento
20h45/22h15

conhecimentos bancários
 
20h45/22h15

português
21h15/22h15

atualidades
21h15/22h15

raciocínio lógico


 Para quem tem o dia todo para estudar (pode fazer curso à noite ou optar pela manhã, movendo a programação de estudo para a tarde e a noite).


Segunda-feira
Terça-feiraQuarta-feiraQuinta-feiraSexta-feiraSábadoDomingo
manhã

9h/10h30


pausa



10h45/12h15
 


conhecimentos bancários





conhecimentos bancários


atendimento






atendimento


conhecimentos bancários





conhecimentos bancários


atendimento






atendimento


conhecimentos bancários





conhecimentos bancários




resolver provas anteriores




livre
tarde

14h/15h30


pausa


15h45/17h15


português





português
 


matemática





matemática


português





português


matemática





matemática


atualidades





raciocínio lógico
 



livre